"Music is an agreeable harmony for honor of God and the permissible delights of the soul"



segunda-feira, 31 de maio de 2010

Easy Listening Bach

Que me perdoem os mais conservadores, mas não resisti em mostrar este video, pelo arranjo em estilo easy listening, do famoso concerto BWV 1056  Largo, conhecido por Arioso de JS Bach. As imagens mostram  rostos de  envelhecimento do compositor. A orquestração musical é de Raymond Lefevre (que também aparece nas imagens), um compositor, arranjador e lider de orquestra da denominada "easy listening".

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Air on the G String em Cello..

No meu entender uma das melhores interpretações da Orchestral Suite n3 de Bach, mais conhecida por Air on the G string pelo violoncelista britânico Julian Lloyd Webber.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Poesia sobre musica de Bach

"Paroles Maurane Sur Un Prélude De Bach"
(Maurane)

Lorsque j'entends ce prélude de Bach
Par Glen Gould, ma raison s'envole
Vers le port du Havre et les baraques
Et les cargos lourds que l'on rafistole
Et les torchères, les grues patraques
Les citernes de gasoil
Toi qui courais dans les flaques
Moi et ma tete à claques
Moi qui te croyais ma chose, ma bestiole
Moi je n'étais qu'un pot de colle
Lorsque j'entends ce prélude de Bach
Par Glen Gould, ma raison s'envole
Et toutes ces amours qui se détraquent
Et les chagrins lourds, les peines qu'on bricole
Et toutes mes erreurs de zodiaque
Et mes sautes de boussole
Toi, les pieds dans les flaques
Moi, et ma tete à claques
J'ai pris les remorqueurs pour des gondoles
Et moi, moi je traîne ma casserole
Dans cette décharge de reves en pack
Qu'on bazarde au prix du pétrole
Pour des cols-blancs et des corbacs
Qui se foutent de Mozart, de Bach
J'donnerais Ray Charles, Mozart en vrac
La vie en rose, le rock'n roll
Tous ces bémols et tous ces couacs
Pour Glen Gould dans c'prélude de Bach.

domingo, 23 de maio de 2010

Glenn Gould

Glenn Gould, um dos mais talentosos pianistas do último século e grande admirador de J.S.Bach, tocando uma das obras mais famosas do compositor, o "Concerto para piano No.7 in G minor", BWV 1058.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

27 violinos...

Curiosa interpretação do primeiro (Vivace) dos três movimentos de um dos mais famosos trabalhos de Bach, o  "Concerto for 2 Violins, Strings and Continuo in D Minor", BWV 1043, também conhecido por "Double Violin Concerto", por  27 violinistas, de entre os quais se destacam Itzhak Perlman, Arnold Steinhardt, Isaac Stern.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Bach Pai ou Filho?

Helene Michielsen, professora de música em Antuérpia interpreta o primeiro andamento da Sonata para Flauta e Piano em G minor  BWV 1020 . As opiniões sobre a autoria desta obra divergem, pois alguns estudiosos atribuem-na ao seu filho Carl Philipp Emanuel Bach. 


sexta-feira, 14 de maio de 2010

Bachianas de Villa-Lobos...

Bach influenciou em diversas vertentes muito dos músicos que lhe sucederam. Um exemplo, é o do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos o qual compôs um conjunto de 9 obras denominadas "As Bachianas Brasileiras", escritas entre 1930 e 1945. Ao misturar a sua linguagem à de Bach, o compositor pretendeu universalizar e justificar a música folclórica brasileira. Musicalmente, a mistura é concretizada pela união das gigas, prelúdios, árias, fugas do compositor alemão, com as emboladas, canções do sertão, modinhas, quadrilhas com origem na tradição nacional brasileira.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Suite Française n°2 (BWV 813)

Magnífica interpretação dos segundo e quarto movimento da Suite nº2,  uma das seis célebres "Suites Francaises", pelo músico espanhol Alberto Vingiano, nascido em 1972 e considerado um dos melhores guitaristas da sua geração. Vingiano , completou a sua formação de músico e guitarrista no "Conservatoire Supérieur de Musique de Paris". As "suite francaises" são consideradas das mais complexas obras de J.S.Bach.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Espaço para ouvir Bach

Imagens sugestivas de um espaço criado na Galeria de Arte de Manchester em 2009 por altura do Festival Internacional que se realiza bianualmente nesta cidade, concebido pela arquitecta iraquiana Zaha Hadid, um dos nomes mais expressivos da arquitectura mundial. Segundo Zaha o objectivo foi criar uma sala de concertos intimista, onde se pudessem apreciar solos das obras de Johann Sebastian Bach. Durante o festival realizaram-se nesta sala nove concertos, do pianista Piotr Anderszewski, do violoncelista Jean-Guihen Queyras e da violinista Alina Ibragimova, para uma peqquena plateia de preveligiados (200 pessoas).

domingo, 9 de maio de 2010

J.S.Bach no seu melhor ...

O violinista britânico Nigel Kennedy interpretando de uma forma sublime o 2º andamento "Adagio" do Concerto para violino Nº2 em Mi Maior (BWV 1042)de Bach, acompanhado pela Orquestra de Câmara Irlandesa.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Bourrée (BWV 996)

O músico alemão Andreas Martin interpreta em alaúde, uma guitarra renascentista, o 5º andamento do Bourrée from Suite in E minor for Lute, BWV 996.
É curioso que esta composição de Bach foi reconhecida por Paul McCartney como inspiradora para os seus temas "Blackbird" e "Jenny Wren".

terça-feira, 4 de maio de 2010

Divino Sospiro no CCB

A Orquestra Barroca “Divino Sospiro”, fundada pelo músico italiano Massimo Mazzeo, e nascida da vontade e reunião de alguns músicos portugueses e estrangeiros residentes em Portugal, actualmente orquestra residente do Centro Cultural de Belém em Lisboa, interpreta a cantata composta por Bach para o dia de Natal "Christen atzet diesen Tag" (BWV 63) 

domingo, 2 de maio de 2010

Bach... no Brasil

A orquestra de Câmara do Teatro S.Pedro em Porto Alegre, no Brasil, e o jovem solista Francisco La Rocca Cóser, interpretando o 2º e 3º andamento do famoso Concerto para Violino e Orquestra em Mi Maior, BWV 1042, de J.S.Bach