"Music is an agreeable harmony for honor of God and the permissible delights of the soul"



sexta-feira, 30 de abril de 2010

Ballet & Bach

Coreografia para ballet ao som de diversas arranjos de obras de Bach, tais como o Coral da Cantata 147, o Prelude da Suite nº1 violoncelo e o Choral da Cantata 140 Jesu, Joy of Man´Desiring.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Seguir o blog no Facebook

Quem pretender seguir as actualizações deste blog poderá fazê-lo directamente através do Facebook, bastando para isso que clicar no botão "follow" por baixo das fotos dos já seguidores ... na parte inferior da página. 

domingo, 25 de abril de 2010

Que modo suigeneris de tocar guitarra!

O guitarrista ucraniano Alexander Vynograd interpretando o prelúdio do Coral para órgão BWV 639, numa guitarra especial de 8 cordas, recorrendo a uma técnica única por si criada em que o braço da guitarra é posicionado junto ao seu queixo (chin).

sexta-feira, 23 de abril de 2010

10 Razões para ser fã J.S.Bach

Persistência e vontade de aprender 
J.S. Bach para além de ter sido órfão muito cedo não era um menino prodígio como por exemplo Mozart, pelo que foi sempre com muito esforço, dedicação e vontade de saber que construiu a sua carreira. Aproveitou todas as oportunidades de ouvir e aprender com outros mestres, mesmo com grande sacrifício.

Valor do trabalho
J.S.Bach deu sempre um grande valor ao seu trabalho, realizando-o sempre da melhor forma possível , mesmo nos momentos mais difíceis da sua carreira como músico e chefe de orquestra. Trabalhou sempre com estímulo, se a orquestra era melhor, ele explorava-a mais, se era mais modesta, escondia as suas deficiências através dos arranjos musicais. 

Chefe de familia amigo e educador
J.S.Bach foi um chefe de família feliz muito amigo da sua primeira e segunda mulher, e dos seus 20 filhos. Tanto cuidou da educação musical dos seus filhos, como compôs muito para este fim. Quatro dos seus filhos e muitos dos seus netos seguiram-no com carreiras brilhantes.

Competência como professor
J.S.Bach tinha uma enorme habilidade para o ensino e foi um dos principais professores de seu tempo. Sendo óbviamente as suas técnicas de ensino voltadas para a música, estudos sobre a sua prática docente revelaram ter sido um esboço de muitos sistemas dos actuais sistemas, procedimentos e técnicas pedagógicas. 

Autoconfiança e coerência de vida
J.S.Bach era profundamente religioso, tendo pensado sempre em fazer progredir a música Sacra, segundo ele para maior glória de Deus, mas enfrentou sempre grande oposição. Os problemas de saúde e a cegueira acabaram tornar amargos no final da sua vida, mas nunca perdendo a sua confiança em si mesmo. Dias antes de morrer, já cego completou um arranjo para órgão do hino Quando na Hora de Maior Provação, cujo título, no último instante, mudou para Diante de Teu Trono, ó Deus, mostrando uma extraordinária coerência entre a música que produziu e a vida que viveu.

Valor da sua obra
J.S.Bach tem uma obra universalmente reconhecida, sendo inclusivamente elogiada por muitos dos notáveis compositores de música clássica que lhe sucederam, como Beehoven, Wagner, Debussi, Brahms, etc. Chopin por exemplo recomendava a todos os pianistas o estudo aprofundado de Bach: "Esta é a mais elevada e a mais admirável das escolas», disse. «Ninguém criará, jamais, outra tão sublime."

Inovação e perfeccionismo das composições
Ouvir Bach é como observar a energia a passar entre engrenagens de uma máquina de modo complexo mas sincronizado. "A máquina transformada em Arte". A técnica utilizada nas composições de Bach é de uma perfeição matemática (note-se que em muitas das obras são usadas técnicas relacionadas com a matemática (geometria e numerologia) , diversas formas de cifras de números.

Transcendencia e harmonia da sua música
A profundidade da música de Bach , o equilíbrio das notas, sonoridades, intensidades e expressividade e comparável com a força do Universo. Bach foi chamado inclusivamente o " Deus da harmonia". Bach hoje em dia, é incontestável e transcendental no meio acadêmico da Musica.

Virtuosidade como músico
O órgão pelas suas potencialidades músicais é por muitos considerado "o rei dos instrumentos". Antes de se tornar compositor Bach, foi durante muitos anos organista , sendo por todos considerado um virtuoso do órgão, talvez o melhor organista de que se tinha notícia. Profundo conhecedor deste instrumento, Bach foi inclusivamente consultor para a construção de orgãos. 

 Profundidade das suas reflexões
Fiacaram célebres muitas frases de Bach centradas em reflexões com enorme profundidade e conteúdo como sejam por exemplo : "É fácil tocar um instrumento, apenas há que tocar na tecla certa, no momento certo, e ele tocará por ele próprio. " 

quinta-feira, 22 de abril de 2010

a pianista de 11 anos...

A pianista turca AyseDeniz Gokcin, na altura apenas com 11 anos, interpreta o difícil primeiro andamento, Allegro, do concerto nº 5 para keyboard de J.S.Bach.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Pai e Filho interpretam Bach

Os dois grandes mestre violinistas ucranianos David e Igor Oistrakh, pai e filho, interpretam o do segundo andamento de uma das mais sublimes obras de Bach, o Concerto para 2 violinos,cordas e continuo em Ré Menor, BWV 1043, também conhecido como "Double Violin Concerto", escrito entre 1717 e 1723 enquanto ele era o Kapellmeister em Anhalt-Köthen. A gravação é de 1963 pelo que a qualidade do video não é a melhor.

sábado, 17 de abril de 2010

Grandes Intérpretes de Bach

O músico russo Grigory Sokolov, hoje considerado por muitos como um dos maiores, senão o melhor pianista vivo. "At the moment it's hard to find anything better: Il y a Sokolov, et il y a les pianistes. (Le Figaro, Paris, November 2007) ", interpreta o Preludio em B menor, um arranjo para piano do compositor e pianista norte-americano com ascendência italiana, Alexander Siloti, do Preludio em E menor BWV 855e J.S.Bach.

sábado, 10 de abril de 2010

Porquê "G string"

O maestro e violinista holandês Andre Rieu interpreta uma das mais bem conseguidas transposições de obras de Bach, neste caso da Orchestral Suite No. 3 in D major BWV 1068. O título da peça musical passou a ser conhecido como "Air on the G string", pelo facto do violinista dos finais do século XIX (August Wilhelmj) ter feito um arranjo no qual baixou uma oitava o tom chave original de D (Ré) maior para C (Dó) maior, passando a ser capaz de a tocar no violino, numa só corda, a corda G.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pedro interpreta Bach

O jovem violinista português Pedro Barreto interpreta a 2ª sonata para violino, em Outubro do ano passado no concurso "XXXIV International Violin Competition Nedyalka Simeonova", realizado na Bulgária.

domingo, 4 de abril de 2010

Vivaldi por Bach

O organista R.Goldfinch interpreta a transcrição de Bach do concerto para violino em A minor de Vivaldi.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

"Actus tragicus"

Transposição para piano da cantata "Gottes Zeit ist die allerbeste Zeit" (God's Time is the very best Time), também chamada "Actus Tragicus", considerada por alguns como a "masterpiece" das primeiras obras de Bach. Foi provávelmente composta em 1707/8, por ocasião não totalmente confirmada do funeral de Tobias Lämmerhirt, seu tio por parte da mãe, e do qual Bach teria recebido uma larga quantia de dinheiro, a qual contribuiu para abreviar a data do seu casamento com Maria Magdalena.